Como controlar a compulsão por doces

Como controlar a compulsão por doces

Todos nós temos um ponto fraco quando o assunto é dieta e alimentação saudável. Um ponto muito comum são os doces e às vezes eles são os grandes responsáveis pelo fracasso dos seus resultados.

 Preparei 10 passos que podem te ajudar a controlar a compulsão pelo doces e ter resultados mais satisfatórios. Vamos lá!

  1. Faça um diário alimentar
    A primeira medida a ser tomada por quem desconfia que esteja abusando na quantidade de doces ingerida, é manter um diário alimentar, que deve contar todos os produtos que são comidos no decorrer do dia, com os devidos horários e quantidades. Essa é a melhor maneira do paciente se conscientizar de que algo está saindo do controle.

 

  1. Opte pelo doce certo
    As guloseimas feitas a partir de castanhas e frutas são as melhores, pois além de acabar com a vontade de comer doce, as fibras e gorduras boas presentes nesse alimento diminuem a velocidade com que o açúcar será absorvido no organismo. O resultado é que a glicose acaba sendo liberada aos poucos no organismo, mantendo o desejo por doces sob controle e prevenindo novos ataques.

 

  1. Prefira os sabores fortes
    Produtos com o sabor acentuado, como no caso do chocolate meio amargo e da mousse de maracujá e limão, além de apresentarem altas concentrações de antioxidantes, possuem menos açúcar, que é o responsável por estimular a vontade de comer mais.

 

  1. Coma na hora certa
    A melhor hora para comer doce é logo após as refeições, pois, por incrível que pareça, é nesse momento que as guloseimas oferecerão menor impacto na glicemia- isso acontece porque as fibras presentes na refeição atuam diminuindo a absorção de açúcar. Outro momento bastante propício é uma hora antes da academia, pois boa parte dessas calorias serão queimadas no treino.

 

  1. Fracione as porções e não coma sozinho
    Uma dica bem prática para evitar comer demais, é deixar para acabar com aquela guloseima deliciosa quando estiver acompanhada dos amigos mas nunca sozinho. Repartindo o doce com a turma é possível experimentá-lo sem o risco de cair em tentação e exagerar. Assim como sobremesas em restaurante. Prefira sempre dividir com alguém da mesa além claro, de preferir aquelas que levam frutas em sua composição!

 

  1. Acabe com os doces da despensa
    Passar vontade e ser obrigado a conviver com a tentação é uma grande oportunidade para a compulsão e descontrole alimentar. Por isso, uma dica simples é acabar de vez com todo o estoque de guloseimas escondidos pela casa. Não vale usar a desculpa de comprar os produtos para o filho ou outro membro da família, hein?! Não se expor à tentação pode ser mais fácil do que falar não.

 

  1. Realize substituições inteligentes
    É fundamental se alimentar bem desde o café da manhã até o jantar, pois, manter os níveis de glicose estáveis é uma maneira simples de controlar a compulsão por doces, ao passo que ter picos glicêmicos, seguidos por períodos de baixa glicemia, aumenta a vontade de comer açúcar. A dica é incluir apostar em chocolate 70% e em frutas, como morango ou banana, com chocolate 70% cacau derretido ou pasta de amêndoas e cacau.

 

  1. Não deixe faltar nutrientes em sua dieta

O CROMO, MAGNÉSIO E VITAMINA B6 são nutrientes importantíssimos para combater a vontade excessiva por doces.  Os comedores de farinhas brancas, açúcar e laticínios normalmente            apresentam carência desses nutrientes e precisam repor, do contrário terão maior dificuldade em se livrar dessa dependência que os aflige. Por este motivo vale caprichar nas fontes               alimentares desses nutrientes para tornar mais fácil o processo de eliminação:

ONDE ENCONTRAMOS ESTES NUTRIENTES?

CROMO MAGNÉSIO VITAMINA B6
Cereais integrais*

Carnes (como frango e fígado),

ovos,

Pimentão verde,

Banana,

Espinafre

Pimenta-do-reino,

Cogumelos,

nozes.

Cereais integrais*

Vegetais folhosos verdes escuros

Sementes oleaginosas(nozes, castanha, amêndoas, avelãs)

Semente de abóbora

Semente de girassol

Cacau em pó

Grão de bico

Tofu

Lentilhas

Figo

Damascos secos

Semente de Linhaça e de chia

Cereais integrais*

Frutas

Batata

Banana,

Peito de frango,

Espinafre,

Tomate,

Abacate,

Salmão,

Atum

*Cereais integrais: pão integral, arroz integral, aveia em flocos, farelo de aveia, quinoa em flocos, amaranto em flocos, granola.

 

  1. Use a Fitoterapia a seu favor

Quando a vontade de doce se torna um vício, é necessário partir para um plano de ação para combatê-la, pois caso contrário pode levar ao ganho de peso, obesidade, piora dos sintomas de depressão, estresse, insônia, ansiedade, dores no corpo e desenvolvimento ou agravamento de diabetes.  Dentro deste plano de ação utilizar a fitoterapia pode ser uma estratégia muito eficente  para reduzir o desejo e avidez por alimentos doces e controlar a compulsão alimentar. Bons exemplos de fitoterápicos com essas propriedades incluem:

  • Crocus sativus (açafrão) 0,3% safranal 90 mg, duas vezes ao dia
  • Garcinia cambogia 50% ácido hidroxicítrico 400 a 800 mg, duas vezes ao dia
  • Griffonia simplicifolia 95% 5-hidroxitriptofano 50 mg, duas vezes ao dia
  • Gymnema sylvestre 75% de Ácido gimêmico50 a 100mg, duas vezes ao dia
  • Magnolia officinalis 2% magnolol ou 2,7% honoquiol 150 mg, duas vezes ao dia

 

  1. Controle seu estresse e ansiedade

Quantas vezes nós suprimos as nossas frustrações comendo um chocolate? Isso porque os doces liberam serotonina, hormônio que causa a sensação de bem-estar. Essa busca imediata por prazer é, muitas vezes, um desespero a nível emocional. Para adquirir maior autocontrole vale a pena investir em novas formas de prazer como praticar atividade física, meditar, fazer ioga ou adotar técnicas de mindfull eating para resgatar o equilíbrio corpo X mente e conseguir resolver de uma vez por todas o círculo vicioso da alimentação emocional.

Adriana Azank

Nutricionista  Funcional  Clínica  e Esportiva  

CRN3-27649 

 

 

Voltar