Dificuldade de concentração e memória

Dificuldade de concentração e memória

Quem já não saiu listando milhões de coisas para fazer e no meio do caminho se viu em algum cômodo da casa pensando, o que eu vim mesmo fazer aqui? Ou então teve que reler todo o capítulo do livro novamente porque não conseguia ter concentração?

Acontecer esse tipo de situação ocasionalmente (consideramos em torno de 1 a 3 vezes no mês) é um sinal de cansaço e que você está precisando rever sua rotina ou quem sabe tirar uns dias para descansar.

Mas e quando isso ocorre praticamente todos os dias?

Ai precisa checar como está a sua alimentação e quem sabe até fazer uso de algum fitoterápico para ajudar nesta situação.

Por isso preparamos uma relação com alguns dos principais alimentos que devem fazer parte da sua alimentação no dia a dia.

Omega 3

Os alimentos ricos em ômega 3 tem um papel fundamental na ação neural, pois eles são ricos em DHA / EPA, nutrientes essenciais para manter a boa comunicação entre os neurônios. O consumo regular de ômega 3 garante uma melhor concentração, aumento da memória, capacidade mental aumentada, diminuição de riscos de Alzheimer, Parkinson e AVC.

Principais fontes: peixes (sardinha, atum, salmão), oleaginosas (Nozes, avelã, pistache, castanha do Para, sementes de chia e linhaça dourada, vegetais verdes escuros quando comidos crus como a couve, rúcula, escarola.

Vitaminas do Complexo B

As vitaminas do complexo B, principalmente B6, B9 e B12 tem uma forte relação com a prevenção do declínio cognitivo, demência e Alzheimer. A perda de memória, confusão mental e falta de concentração são sinais importantes de carência desses nutrientes.

Principais fontes: Proteína animal (carne vermelha, peixe e ovos), banana, abacate, alimentos verdes escuros, oleaginosas (principalmente a amêndoa), derivados do leite.

Carboidratos complexos

Os carboidratos complexos são formados na sua grande maioria por moléculas de polissacarídeos: o amido e a celulose, que além de fornecerem energia para o cérebro de forma lenta e gradual também vão atuar como grandes prebióticos (nutrientes que fortalecem as bactérias intestinais relacionadas com a absorção de nutrientes). Cuidar bem do intestino garante uma melhor absorção de nutrientes, além de uma boa formação de vitamina K, nutriente atuante sobre a prevenção de demência e Alzheimer.

Principais fontes: aveia, arroz integral, tubérculos (mandioca, batata doce, inhame, mandioquinha), frutas, legumes e verduras, leguminosas (feijões, grão de bico, lentilha, ervilha), cascas de sementes (girassol, abobora, melancia) e oleaginosas (nozes, castanhas, amêndoas).

 

Alguns fitoterápicos indicados:

Bacopa monnieri

  • Melhora da transmissão dos impulsos nervosos
  • Cognição
  • Melhora do humor
  • Diminui a exaustão nervosa
  • Melhora a memória
  • Potencializa o aprendizado

 

Mucuna pruriens

  • Melhora da agilidade mental
  • Proporciona bem estar
  • Diminui a estafa
  • Previne Parkson

 

Curcuma longa

  • Previne Alzheimer, Parkinson, doenças degenerativas)
  • Ação antioxidante que melhora a cognição

Ginseng siberiano

  • Melhora a saúde mental
  • Melhora aprendizado
  • Diminui estafa mental

Lembre-se que o uso de suplementos nutricionais e formulações fitoterápicas devem ser orientado por um profissional capacitado. Não tenha o hábito de auto suplementação.

Grande abraço e até o próximo mês!

Lethycia Rodrigues

Nutricionista

 

 

 

 

Voltar